NOTÍCIAS

VOLTAR

23.10.2017 - Pesquisa de Demanda Habitacional é realizada pela Prefeitura de Patos de Minas

 Pesquisa de Demanda Habitacional é realizada pela Prefeitura de Patos de Minas, em parceria com a Cohab

 
A pesquisa servirá para demonstrar qual o perfil do público interessado em adquirir uma moradia financiada de forma acessível
  
A Prefeitura de Patos de Minas realiza, até o dia 17 de novembro, uma pesquisa de demanda habitacional, com o intuito de descobrir a real demanda de moradia da cidade. A pesquisa servirá para demonstrar qual o perfil do público interessado em adquirir uma moradia financiada e também como base de dados para a realização de novos empreendimentos residenciais para as famílias com renda de R$1.800 a R$9.000 reais. A partir desses dados, serão identificados quais os tipos de empreendimentos habitacionais mais adequados ao município, de acordo com os Programas Habitacionais existentes.
 
De acordo com a Diretoria de Habitação, o ideal é que o número de interessados seja, no mínimo, três vezes maior do que a intenção de unidades habitacionais a serem construídas. A pesquisa não será realizada por agentes, mas ficará disponível em locais de fácil acesso da população. Encerrado o período de preenchimento dos formulários da pesquisa de demanda habitacional, a Prefeitura irá fazer a tabulação dos dados e encaminhará para a Cohab que deverá fazer uma avaliação do novo empreendimento.
 
A Cohab, em posse dos dados, estudará o empreendimento que melhor atenda a demanda da população patense. Os locais onde a pesquisa está disponível para participação da população são:
 
- Prefeitura – Cidade Administrativa
- Unidades Básicas de Saúde
- Associações de bairro
- Centro de Convivência
- Câmara de Vereadores
- Igrejas
- Cras
- Creas
- Cristavo
- Sebrae
 
“Vale ressaltar que a pesquisa será encerrada no dia 17 de novembro e a participação da população é essencial, pois é através da efetiva colaboração dos cidadãos, que os dados serão tabulados e as demandas habitacionais atendidas”, esclarece Tathiane Paraiso, coordenadora da pesquisa.
 
 
Fonte: Patos Agora
VOLTAR

tvlux@tvlux.com.br